em

Paulo Alberto vence em Freixo de Espada à Cinta

Começou o Campeonato Nacional de Motocross, com Freixo de Espada à Cinta a ser este ano o palco de abertura, fruto do adiamento da prova de Alqueidão.

Muita expetativa no arranque da temporada, e com as mudanças de ultima hora a fazerem antever ainda mais incertezas.

No entanto, Paulo Alberto fez uma estreia de sonho com a nova moto. Mudando para a Yamaha a poucos dias antes da prova, esteve ao seu melhor nível nas duas mangas, dominando de inicio ao fim, tanto em MX1 como na Elite.
Luís Correia foi 2º classificado, ele que está ainda a recuperar de uma lesão num dedo, conseguindo mesmo assim minimizar os danos para o campeonato, e aguentando bem o forcing de Sandro Peixe na ultima manga. O novo recruta da Guga MX sai desta prova dois pódios, e conseguiu na manga Elite estar mais próxima da frente.
Na categoria MX1, o Top5 ficou completa com Pedro Carvalho e Álvaro Gonçalves.

Quando à classe MX2, Diogo Graça dominou, como era de esperar. Além disso foi 4º na manga Elite, enquanto que na manga de MX2 deixou a concorrência a mais de 40 segundos. Vai ser difícil bater o piloto da Suzuki Guga MX.
Luís Outeiro conseguiu um positivo segundo lugar na sua manga de estreia neste campeonato, mas na ultima corrida não esteve tão bem, terminando em 6º de MX2. Mesmo assim, a conseguir segurar o lugar intermedio do pódio, na frente de Ricardo Freire. Freire não conseguiu uma boa primeira manga, mas fechou o dia com o 2º lugar de MX2 na manga Elite, conquistando o terceiro lugar geral, na frente de André Sérgio e Renato Silva.

Em termos de Infantis B, boa disputa pela vitoria, sendo Guilherme Esteves o vencedor, com mesmo numero de pontos de Tomás Santos. Martim Maria completou o pódio.

RESULTADOS COMPLETOS

Ethen Goggles

MXGP Valkenswaard – Vídeo das Qualificações

MXGP da Europa – Vídeo Resumo