em

Adoro Surpreendido

MXGP Águeda – Os pneus!

A escolha de pneus, foi sem dúvida um dos fatores de maior foco das equipas e pilotos, fruto do terreno macio do circuito.

A agua deixou a superfície mais mole, com as motos a precisarem de maior tração, e foram vários os pilotos que optaram pelo pneu de areia.

No entanto, algo que foi muito interessante de ver ao longo das mangas, foi a troca de pneus depois da volta de reconhecimento. Assim que os principais pilotos chegaram, os seus mecânicos começaram rapidamente a trocar o pneu de trás, para estar completamente limpo em cima da estrutura metálica. Esta nova estrutura nos arranques, trouxe ainda maior importância a esta troca, que em Águeda, com a grande quantidade de terra que ficava no pneu, se mostrou determinante.
Troca feita, e era tempo de os mecânicos “carregarem” a mota até à grelha. Sem que o pneu voltasse a estar na terra, ficando assim completamente limpo para a partida.
Outros pilotos, especialmente de equipas mais pequenas, optaram por limpar o pneu, e fazer patinar em cima da estrutura, para ser borracha com ferro, sem terra pelo meio.

Quanto às escolhas de pneus, uns optaram para pneus de terreno macio, enquanto outros escolheram mesmo pneus de areia. O vencedor de MXGP, Jeffrey Herlings, foi um deles, tal como o seu colega de equipa, António Cairoli.

O facto de a pistar estar muito mole em grande parte das zonas, provou que esta foi a escolha mais acertada!

Ethen Goggles

As portuguesas no MXGP de Águeda

MXGP of Portugal – Águeda 2018