em

As portuguesas no MXGP de Águeda

A classe feminina contou com forte presença nacional, com as atletas a encontrarem um circuito em condições bem difíceis, especialmente no segundo dia.

Depois de ter sido sempre muito “curta” a participação portuguesa, foram cinco o número de presenças na categoria feminina.

Joana Gonçalves fez o seu regresso ao Motocross, e deu muito boa conta de si.  Na primeira manga, que se realizou no Sábado, g não foi além do 23º lugar, melhorando muito seu ritmo no domingo, terminando num espetacular 13º lugar. Uma prova onde mostrou toda a sua garra e foi das poucas que conseguiu superar as dificuldades causadas pela muita lama.

Ana Alves entrou no top30 na segunda manga, tendo tido uma primeira manga mais difícil, concluindo em 34º. Ana Santos registou os 31º e 33º lugar, Filipa Leite 33º e 34º, enquanto Tatiana Graça falhou a qualificação.

Está em evolução o Motocross feminino em Portugal, com a maior presença de sempre, e o resultado de grande destaque registado por Joana Gonçalves.

Fotos de Luis Duarte – FMP

Ethen Goggles

Austin Forkner lesionado

MXGP Águeda – Os pneus!